segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Para refletir: O tesouro guardado.


Um moço ao emigrar para uma outra terra, recebeu de seu pai uma pedra, que segundo o costume da sua família, passava de pai para filho. Era uma tradição. A pedra era de grande valor para todos. O moço, pois, a guardou com cuidado. Para onde foi, constituiu família, teve filhos, mas a vida lhe era muito difícil e apertada financeiramente. De quando em quando, seus filhos apanhavam aquela pedra para brincar. O pai permitia, só tomando o cuidado para que não a perdessem.
Um dia, visitou sua casa, um homem entendido em pedras. Viu a pedra nas mãos das crianças, apanhou-a para um ligeiro exame a fim de constatar o que logo lhe parecera ser –uma pedra preciosa, que se fosse lapidada, valeria uma fortuna. Foi o que fez com a permissão do amigo. Limpou a pedra, fez a lapidação e ela provou ser de fato, um rubi valioso, avaliado em milhares de reais. ...e aquele homem vivendo todo o tempo em dificuldade financeira, com uma fortuna dentro de casa! Tem famílias guardando uma Bíblia na estante, na cabeceira da cama, mas que nunca é lida.
Tomemos o cuidado para não menosprezarmos o tesouro que temos em casa: a Bíblia Sagrada!

Fonte: Site do Pastor Walter Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Publicidade                   Anuncie Aqui

Postagens populares